SBC

9ª Escola Regional de Informática do Espírito Santo
ERI-ES 2024

Tendências e Desafios da Segurança da Informação na era da IA

Sobre a ERI-ES

A ERI-ES é um evento de cunho acadêmico e técnico/científico sobre diversos assuntos de vanguarda na área de informática, de modo a aproximar a pesquisa científica e o ensino na academia das necessidades do comércio e da indústria do estado de Espírito Santo. É um fórum para pesquisadores, professores, alunos e profissionais de Computação e áreas afins fomentar a troca de ideias e experiências por meio de:

  • Palestras
  • Sessões Técnicas (submissão de artigos)
  • Paineis (mesas redondas)
  • Mostras
  • Oficinas
  • Networking
Leia a chamada de trabalhos
  • Local UFES, Vitória, ES
  • Data 17 a 19/10/2024
  • PalestrasProfissionais conceituados
  • VagasVagas limitadas

Por que participar?

Você é estudante ou profissional da área de computação? Então não pode perder um dos eventos mais respeitados da Sociedade Brasileira de Computação no Estado do Espírito Santo, com oportunidades de expandir os horizontes e networking.

Palestrantes

Palestrantes conceituados em território nacional, com grande experiência profissional.

01

Novas Pessoas

Oportunidade de conhecer novas pessoas, marcando presença frente ao mercado de trabalho.

02

Evento Regional

A ERI-ES é um evento regional, porém capitaneado pela Sociedade Brasileira de Computação.

03

Inspire-se!

Inspiração para seus projetos acadêmicos, pessoais e profissionais.

04

Sessões de Networking

O evento foi pensado para ampliar sua rede de contatos profissionais.

05

Atualizado

Alinhado com tecnologias de ponta da academia e do mercado de trabalho.

06

Programação da ERI-ES 2024

Confira a programação imperdível que estamos preparando para a Escola Regional. Em caso de necessidade, a programação poderá ser ajustada e, neste caso, será atualizada o mais rapidamente possível.

09:00 às 09:30 Auditório

Cerimônia oficial de abertura da 9ª Escola Regional de Informática do Espírito Santo.

Horário/Local 9h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
09:30 às 10:30 Auditório

Na era digital, a convergência entre ciência de dados e cibersegurança se torna cada vez mais relevante. Este talk aborda como cientistas de dados aplicam suas habilidades para transformar grandes volumes de dados de segurança em insights acionáveis. Exploraremos técnicas de aprendizado de máquina supervisionado e não supervisionado para identificar e prever ameaças cibernéticas. Destacaremos a necessidade de uma formação sólida, além das habilidades práticas em tecnologias de Big Data. Vamos discutir as oportunidades e os desafios deste campo emergente e como ele pode revolucionar a segurança digital.

Sobre a palestrante Michele Nogueira, D.Sc. é Cientista da Computação atuando na área de redes de computadores e segurança de redes. Possui doutorado em Ciência da Computação pela Sorbonne Université - UPMC/LIP6, França (2009) e realizou Pós-doutorado na Universidade Carnegie Mellon (CMU), EUA. É professora associada do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), membro sênior da Association for Computing Machinery (ACM) e do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE). Foi coordenadora da Comissão Especial em Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e foi a primeira mulher a coordenar o Comitê Técnico da Internet da IEEE Communications Society (EUA). É líder do Centro de Ciência de Segurança Computacional e coordena o projeto temático MCTIC/FAPESP MENTORED, no qual um dos objetivos é criar um ambiente experimental acadêmico para Cibersegurança em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).
Horário/Local 9h30, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
11:00 às 12:00 Auditório

A palestra "IA na Computação Forense: Usos e Desafios" aborda como a inteligência artificial está revolucionando a área forense, facilitando a análise de grandes volumes de dados, a detecção de fraudes e a identificação de padrões criminosos com maior precisão e rapidez. A apresentação explora diversas aplicações práticas da IA, como reconhecimento de imagens e voz, análise preditiva e investigação cibernética, destacando também os desafios éticos, legais e técnicos que acompanham essa evolução. Além disso, discute as necessidades de regulamentação e as implicações para a privacidade e os direitos individuais, enfatizando a importância de um equilíbrio entre inovação tecnológica e responsabilidade social.

Sobre o palestrante Gilberto Sudré - Perito em Computação Forense. Especialista em Segurança da Informação e tratamento de incidentes de Segurança. Vice presidente da APECOF – Associação Nacional de Peritos em Computação Forense. Conselheiro do CGI.br. Membro do Comitê Técnico da ABNT CEE 021:Segurança da Informação, Segurança Cibernética e Proteção da Privacidade. Instrutor da Academia de Polícia do ES na área de Computação Forense. Professor de Cibercrimes da EMERJ - Escola da Magistratura do RJ. Instrutor certificado EC-Council CHFI / ECIH, Cisco CCNAv7 / CCNA CyberOps / Network Security. Professor da FAESA e IFES. Comentarista de Tecnologia da Rádio CBN Vitória e TV Gazeta. Autor de diversos livros nas áreas de Segurança da Informação e Computação Forense.
Horário/Local 11h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
13:00 às 17:00 Auditório

Apresentação de artigos selecionados por meio de Chamada de Trabalhos.

Horário/Local 13h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
13:00 às 17:00 LabGrad 1

Oficina de Aprendizado por Reforço: Fundamentos e Aplicações Práticas - Nesta oficina, você terá a oportunidade de mergulhar no fascinante mundo do Aprendizado por Reforço (Reinforcement Learning - RL), um dos ramos mais promissores da Inteligência Artificial. Conduzida por Rhuam, mestre em inteligência artificial e Head de Tecnologia na Doc9 Lawtech, esta oficina é ideal para iniciantes e entusiastas que desejam entender os conceitos básicos e explorar as aplicações práticas do aprendizado por reforço.

Sobre o palestrante Mestre em Inteligência Artificial pela UFRGS, gerente de projetos digitais na DOC9, criador do Whom (by Doc9) e professor de pós graduação.
Horário/Local 13h, Laboratório de Graduação 1 (CT-9, sala 105)
13:00 às 17:00 LabGrad 2

Este mini-curso oferece uma introdução aos Dados Ligados na Web, cobrindo os fundamentos da Web Semântica e dos Dados Ligados, além das ferramentas disponíveis para acessar e utilizar esses dados. O objetivo é capacitar os participantes com conhecimentos práticos sobre Dados Ligados na Web, ensinando-os a consumir esses dados em suas próprias aplicações.

Sobre a palestrante Veruska Carretta Zamborlini é professora adjunta do Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo. Concluiu o doutorado em 2017 na Vrije Universiteit Amsterdam (VU), na Holanda, sob orientação dos professores Annette ten Teije e Frank van Harmelen. Sua tese é intitulada “Knowledge Representation for Clinical Guidelines, with applications to Multimorbidity Analysis and Literature Search”. Em seguida foi bolsista pós-doc na University of Amsterdam (UvA) em que atuou como especialista em ontologias em um projeto na área de herança cultural, sob supervisão da professora Arianna Betti. Anteriormente, Veruska cursou o Mestrado em Informática no Programa de Pós-Graduação em Informática da Universidade Federal do Espírito Santo entre os anos de 2008 e 2011. Seu trabalho culminou na dissertação intitulada “Estudo de Alternativas de Mapeamento de Ontologias da Linguagem OntoUML para OWL: Abordagens para Representação de Informação Temporal”, orientada pelo professor Giancarlo Guizzardi. Sua pesquisa revolve modelagem conceitual e web semântica, aplicadas principalmente às áreas médicas e de herança cultural.
Horário/Local 13h, Laboratório de Graduação 2 (CT-9, sala 102)
13:00 às 17:00 LabGrad 3

O minicurso terá duas partes, cada uma de aproximadamente duas horas. A primeira parte do minicurso fará uma breve introdução à área de Ciência de Dados. Os principais métodos clássicos serão apresentados de forma simples, intuitiva e com exemplos na linguagem de programação Python. Na segunda parte do minicurso, os participantes aplicarão as técnicas aprendidas em um conjunto de dados reais, visando detectar ataques de varredura em uma rede acadêmica.

Sobre os palestrantes A primeira parte será apresentada pelo Professor Giovanni Comarela (DI/CT/UFES). A segunda parte será apresentada pelo aluno de doutorado do PPGI Willen Borges Coelho (também servidor do IFES-Cachoeiro do Itapemirim).
Horário/Local 13h, Laboratório de Graduação 3 (CT-9, sala 205)
17:30 às 18:30 Auditório

A convergência entre redes programáveis e inteligência artificial, tanto na nuvem quanto na borda e núcleo das redes, está abrindo novos caminhos para soluções integradas diante dos desafios complexos da segurança da informação. Esta palestra explora os fundamentos das redes programáveis, destacando como o desenvolvimento de infraestruturas de rede que podem ser programadas e reconfiguradas em tempo real oferece a flexibilidade e a adaptabilidade necessárias para satisfazer as demandas dinâmicas das aplicações modernas. Ao longo da apresentação, traçaremos um panorama do histórico de evolução das redes programáveis e seu potencial de aplicação nas áreas de segurança de informação e inteligência artificial para análise de ameaças, detecção de anomalias e resposta automatizada a incidentes de segurança. Além disso, apresentaremos um estudo de caso do laboratório de pesquisa LabNerds, destacando como as soluções desenvolvidas têm explorado a programabilidade de redes para abordar desafios específicos de segurança e impulsionado avanços significativos na área. Esses exemplos destacam o impacto da integração entre redes programáveis e inteligência artificial, enfatizando o papel inovador da prototipação em redes programáveis de alto desempenho.

Sobre a palestrante A Professora Cristina Klippel Dominicini possui doutorado em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo, mestrado em Redes de Computadores pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e graduação em Engenharia de Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo. Atualmente, é professora da Coordenadoria de Informática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (IFES) - Campus Serra. Tem experiência acadêmica e profissional nas áreas de Segurança de Informação, Redes de Computadores e Redes de Telecomunicações. Em 2021, foi contemplada com o prêmio Google Research Scholar Award.
Horário/Local 17h30, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
19:00 às 20:30 Auditório

(Descrição pendente)

Camila Zacché de Aguiar é professora adjunta do Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Obteve o título de Doutora em Ciência da Computação no Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) da UFES em 2021 e de Mestrado em Informática no PPGI/UFES em 2017. Anteriormente, atuou no mercado como analista de tecnologia da informação e no governo do estado do Espírito Santo como analista e gerente de gestão da informação pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) e como gerente geral de dados e inovação do Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes). Suas áreas de interesse em pesquisa incluem Engenharia de Software, Engenharia de Ontologias, Modelagem Conceitual e Análise de Dados.
Larissa Hortêncio é Squad Leader no Grupo Boticário e Mentora em Desenvolvimento de Software. Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo e MBA em Engenharia de Software pela PUC-Minas. Ingressou na liderança técnica, gerenciando equipes de desenvolvimento com metodologias ágeis. Anteriormente, trabalhou na PicPay como Tech Manager, Senior Front End Developer e Front End Software Developer, além de ter atuado como Analista de Sistemas na ETAURE TI & AUTOMAÇÃO.
Melina Schneider Campo Dall'Orto é Engenheira de Computação formada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Durante sua graduação, atuou como aluna-pesquisadora no Laboratório de Computação de Alto Desempenho (LCAD), onde desenvolveu projetos focados em sistemas de interação por voz para veículos autônomos, implantados com sucesso no carro sem motorista IARA (Intelligent Autonomous Robotic Automobile). Melina também foi co-criadora do projeto “Ouvi no CT”, cujo objetivo é dar visibilidade aos casos de assédio no Centro Tecnológico (CT), ampliando a discussão da situação da mulher nas Engenharias e Ciências. Atualmente, ela trabalha como desenvolvedora de sistemas no setor de tecnologia e rastreamento na empresa Geocontrol SA.
Horário/Local 19h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
09:00 às 10:00 Auditório

O Brasil assumiu a presidência do G20 pela primeira vez neste 2024, tendo como base três eixos: o combate à fome, à pobreza e à desigualdade; as três dimensões do desenvolvimento sustentável (econômico, social e ambiental); e a reforma da governança global. Neste âmbito, uma das áreas prioritárias do grupo de trabalho em economia digital do G20 é a Inteligência Artificial (IA). Considerando a relevância no tema e a recentíssima resolução global sobre IA, abordaremos nessa palestra o papel da IA na redução das desigualdades e no desenvolvimento sustentável, bem como os desafios e perspectivas na governança da IA nos níveis nacionais, transnacionais e internacionais, destacando o impacto na carreira de profissionais ligados, direta ou indiretamente, a uma das áreas da ciência da computação mais discutidas na atualidade.

Sobre o palestrante Fábio Lobato é professor na Universidade Federal do Oeste do Pará e é bolsista de produtividade em desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora do CNPq. Trabalhando com inteligência artificial há mais de uma década em projetos de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação, atuou como consultor adhoc do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) na avaliação de projetos da Lei do Bem e participou do Time Brasil do grupo de trabalho em economia digital do G20 na área de inteligência artificial.
Horário/Local 9h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
10:30 às 11:30 Auditório

As características e exigências da sociedade moderna e digital transformaram o cenário de desenvolvimento de software e apresentaram novos desafios aos desenvolvedores e engenheiros de software, tais como a necessidade de entregas mais rápidas, mudanças frequentes nos requisitos, menor tolerância a falhas e a necessidade de adaptação aos modelos de negócios contemporâneos. A adoção de práticas ágeis tem permitido às organizações encurtar os ciclos de desenvolvimento e aumentar a colaboração dos clientes. Entretanto, isso não tem sido suficiente. Ações contínuas de planejamento, construção, operação, implantação e avaliação são necessárias para produzir produtos que atendam às necessidades e comportamentos dos clientes, tomar decisões bem-informadas e identificar oportunidades de negócio. Assim, organizações deveriam evoluir para um desenvolvimento contínuo e orientado por dados, em uma abordagem de engenharia de software contínua. A necessidade de continuidade no desenvolvimento de software pode ser percebida, por exemplo, na ampla adoção de iniciativas como DevOps, que busca aproximar desenvolvimento e operação de software. Mas, há vários outros aspectos que também precisam ser considerados para que se alcance continuidade no desenvolvimento de software como um todo. A Engenharia de Software Contínua consiste em um conjunto de práticas e ferramentas que suportam uma visão holística do desenvolvimento de software com o objetivo de torná-lo mais ágil, iterativo, integrado, contínuo e alinhado ao negócio. É um tópico relativamente recente da Engenharia de Software, portanto, há ainda questões a ser exploradas. Nesta palestra será apresentado um panorama geral da Engenharia de Software Contínua, serão abordados alguns desafios existentes e discutidas perspectivas de pesquisas futuras para o avanço do estado da arte, de forma a também contribuir para o estado da prática. Por fim, serão apresentadas algumas propostas relacionadas ao tema que vêm sendo produzidas em projetos de pesquisa desenvolvidos no Núcleo de Estudos em Modelagem Conceitual e Ontologias (NEMO).

Sobre o palestrante Professora do Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo, onde é membro sênior do Núcleo de Estudos em Modelagem Conceitual e Ontologias (NEMO) e co-coordenadora do Laboratório de Práticas em Engenharia de Software “Ricardo de Almeida Falbo” (LabES). É doutora em Engenharia de Sistemas e Computação pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ), do qual recebeu recebeu Voto de Louvor em 2011. Tem atuado como membro do comitê de programa de conferências nacionais e internacionais relevantes em sua área de atuação (ESEM, SBES, SBQS, EASE, CIbSE, ER, ONTOBRAS, entre outras), tendo sido coordenadora do comitê de programa ou coordenadora geral em várias ocasiões. Atualmente, é membro do comitê diretivo do SBQS, evento mais importante na área de Qualidade de Software no Brasil, do CIbSE, evento de referência em Engenharia de Software na Ibero-América, e do ONTOBRAS, evento de maior expressão para a pesquisa e aplicações em ontologias no Brasil. Tem atuado como revisora em diversos periódicos nacionais e internacionais e como membro do corpo editorial do Journal of Software Engineering Research and Development. Recebeu diversos prêmios de melhor artigo e distinguished paper em conferências nacionais e internacionais, bem como de distinguished reviewer. Seus principais interesses de pesquisa e áreas de atuação incluem Engenharia de Software, Engenharia de Ontologias e Ontologias aplicadas à Engenharia de Software. Tópicos nos quais tem trabalhado nos últimos anos incluem, entre outros: Medição de Software, Gerência de Projetos de Software, Desenvolvimento Ágil, Engenharia de Software Contínua, Ontologias aplicadas à Engenharia de Software, Ontologias aplicadas à Interação Humano-Computador, Interoperabilidade Semântica e Engenharia de Ontologias. Outras informações em: http://www.inf.ufes.br/~monalessa/.
Horário/Local 10h30, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
12:30 às 15:30 Auditório

Apresentação de artigos selecionados por meio de Chamada de Trabalhos.

Horário/Local 12h30, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
12:30 às 15:30 LabGrad 1

Compreender conceitos inerentes às soluções de business intelligence, aplicando técnicas para a importação de uma base de dados e, a partir dela, desenvolver análises, modelagem de dados e criação de dashboard.

Sobre o palestrante Camila é professora adjunta do Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Obteve o título de Doutora em Ciência da Computação no Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) da UFES em 2021 e de Mestrado em Informática no PPGI/UFES em 2017. Anteriormente, atuou no governo do estado do Espírito Santo como analista de tecnologia da informação e gerente de gestão da informação pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) e como gerente geral de dados e inovação do Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes). Suas áreas de interesse em pesquisa incluem Engenharia de Software, Engenharia de Ontologias, Modelagem Conceitual e Análise de Dados.
Horário/Local 12h30, Laboratório de Graduação 1 (CT-9, sala 105)
12:30 às 15:30 LabGrad 2

Neste minicurso você será introduzido ao poder da especificação formal de sistemas utilizando TLA+ e PlusCal. Ideal para estudantes e profissionais da área de informática, o curso abordará os fundamentos teóricos de TLA+ e proporcionará uma experiência prática com exemplos introdutórios. Venha descobrir como TLA+ pode ajudar a garantir a corretude de sistemas complexos de forma eficaz e precisa.

Sobre o palestrante Jefferson O. Andrade é professor do Campus Serra do Instituto Federal do Espírito Santo, onde leciona principalmente disciplinas relacionadas à lógica, ciência de dados, teoria da computação e programação funcional. Atualmente é membro do Programa de Pós-graduação em Computação Aplicada do Campus Serra do Ifes. Também é membro do Núcleo de Estudos em Técnicas e Teoria da Computação, Nu[TeC]². É apaixonado pela ciência da computação e possui uma ampla gama de interesses nesse campo, incluindo programação funcional e lógica, métodos formais, verificação formal, ciência de dados e inteligência artificial (tanto métodos clássicos quanto modernos). Além disso, tem um forte interesse na área de educação, especialmente em educação matemática e educação em ciência da computação no ensino superior, e no uso de gamificação na educação.
Horário/Local 12h30, Laboratório de Graduação 2 (CT-9, sala 102)
12:30 às 15:30 LabGrad 3

Os participantes irão explorar os fundamentos teóricos desses modelos, incluindo suas arquiteturas e os princípios subjacentes ao seu treinamento. Além disso, o curso abordará aplicações práticas dos LLMs, como a geração automática de provas de múltipla escolha.

Sobre o palestrante Doutorando em Ciência da Computação na UFES.
Horário/Local 12h30, Laboratório de Graduação 3 (CT-9, sala 205)
16:00 às 17:00 Auditório

Os grafos de conhecimento representam informações sobre os mais variados domínios do conhecimento na forma de uma "rede" de entidades relacionadas. Grandes grafos de conhecimento foram construídos (Wikidata, DBpedia, YAGO, Google's Knowledge Graph) com bilhões de entidades. Nesta palestra, discutiremos os fundamentos dos grafos de conhecimento, assim como algumas de suas aplicações. Em particular, discutiremos como eles podem ser usados como módulos de sistemas maiores de Inteligência Artificial que incluam também Large Language Models (LLMs).

Sobre o palestrante João Paulo A. Almeida é professor titular no Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo e membro sênior do Núcleo de Modelagem Conceitual & Ontologias. Possui graduação em Engenharia de Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999), mestrado em Telemática (com louvor) pela Universidade de Twente, Holanda (2001) e doutorado em Ciência da Computação pela mesma universidade (2006). Tem experiência em Modelagem Conceitual e Ontologias, Web Semântica, Modelagem de Organizações, Desenvolvimento Orientados a Modelos e Arquiteturas Orientadas a Serviços.
Horário/Local 16h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
17:00 às 18:00 Auditório

Nesta palestra discutiremos as experiências e avanços realizados pelo Laboratório de Computação de Alto Desempenho (LCAD) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) na integração de Modelos de Linguagem de Grande Escala (LLMs) em sistemas robóticos. Abordaremos os desafios técnicos e metodológicos enfrentados durante o desenvolvimento e implementação dessas tecnologias, incluindo questões de processamento de linguagem natural, aprendizado de máquina e interação homem-robô. Além disso, exploraremos as perspectivas futuras desta integração, destacando as possibilidades de se melhorar a autonomia, adaptabilidade e eficiência dos robôs em diversas aplicações, desde a automação industrial até assistentes pessoais. A palestra também incluirá exemplos práticos e estudos de caso realizados pelo LCAD/Ufes, proporcionando uma visão abrangente dos benefícios e limitações dos LLMs em robótica.

Sobre o palestrante Alberto Ferreira De Souza é Professor Emérito de Ciência da Computação da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Ele é Bacharel em Engenharia (Cum Laude) em Engenharia Eletrônica, Mestre em Ciências em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE / UFRJ), e Ph.D. em Ciência da Computação pelo University College London, Reino Unido. Ele é autor / co-autor de uma patente Norte Americana e de mais de 150 publicações. Foi editor dos anais de seis conferências nacionais e internacionais (três patrocinadas pelo IEEE), é Senior Member do IEEE e Comendador da Ordem Rubem Braga.
Horário/Local 17h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
09:00 às 10:00 Auditório

A palestra apresenta um panorama geral sobre a lógica de funcionamento e os impactos da desordem informacional nas redes sociais no contexto da comunicação em rede e da vida plataformizada. Também apresenta os últimos estudos do DSL-Ufes acerca do tema e das possibilidades de identificação, modelagem e combate às redes de desinformação.

Sobre o palestrante Professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), atuo no Data Science Lab (DSL-Ufes) e no Laboratório de Estudos em Imagem e Cibercultura (LABIC-Ufes) desenvolvendo estudos nas áreas de Computação Social, Ciência de Dados e Inovação.
Horário/Local 9h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
10:00 às 11:30 Auditório

(Descrição pendente)

Horário/Local 10h, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)
11:30 às 12:00 Auditório

Cerimônia oficial de encerramento da 9ª Escola Regional de Informática do Espírito Santo.

Horário/Local 11h30, Auditório do Centro Tecnológico (CT-1)

Inscrições

As inscrições possuem valores diferenciados para cada categoria de inscrição, em primeiro lote (de 01/07/2024 a 31/08/2024), conforme abaixo:

Sócio SBC: Estudante de Graduação

R$ 20,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição
Sócio SBC: Estudante de Pós-Graduação

R$ 30,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição
Sócio SBC: Profissional / Efetivo

R$ 100,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição
Combo Inscrição + Associação SBC: Estudante de Graduação

R$ 53,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição
Combo Inscrição + Associação SBC: Estudante de Pós-Graduação

R$ 158,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição
Combo Inscrição + Associação SBC: Profissional / Efetivo

R$ 466,00

(Até 31/08/2024)
Inscrição

A partir de 01/09/2024 serão aplicados os seguintes valores:

Sócio SBC: Estudante de Graduação

R$ 25,00

(Até 13/10/2024)
Sócio SBC: Estudante de Pós-Graduação

R$ 35,00

(Até 13/10/2024)
Sócio SBC: Profissional / Efetivo

R$ 125,00

(Até 13/10/2024)
Combo Inscrição + Associação SBC: Estudante de Graduação

R$ 56,00

(Até 13/10/2024)
Combo Inscrição + Associação SBC: Estudante de Pós-Graduação

R$ 160,00

(Até 13/10/2024)
Combo Inscrição + Associação SBC: Profissional / Efetivo

R$ 481,00

(Até 13/10/2024)

Realizado por

Organização

Sobre a SBC

A Sociedade Brasileira de Computação - SBC é uma Sociedade Científica sem fins lucrativos, fundada em julho de 1978, que reúne estudantes, professores, profissionais, pesquisadores e entusiastas da área da Computação e Informática de todo o país. A SBC tem como função fomentar o acesso à informação e cultura por meio da informática, promover a inclusão digital, incentivar a pesquisa e o ensino em computação no Brasil, e contribuir para a formação do profissional da computação com responsabilidade social.

Para organização e divulgação de atividades, ações e eventos científicos, técnicos, educacionais e políticos, a SBC mantém uma estrutura de três tipos de Grupos Temáticos (GT), que são as Grandes Áreas (GA), as Comissões Especiais (CE) e os Grupos de Interesses (GI). Estes grupos reúnem associados com interesses comuns em subáreas da computação.

Aqui você está acessando o site de um evento organizado por uma das Secretarias Regionais (SRs) da SBC, que representa um grupo de associados da SBC de uma região específica do país. A SBC também se organiza em Comissões Especiais, que são grupos de associados da SBC que compartilham dos interesses e valores em determinada área da Computação. Associados vigentes podem se inscrever nas listas de e-mail das Comissões Especiais da área que deseja acompanhar. Se você ainda não é um associado ou deseja renovar sua associação à nossa comunidade clique aqui e venha fazer parte da maior e mais importante sociedade científica na área de computação da América Latina!

Contato

Para informações sobre a ERI-ES e outras iniciativas da Sociedade Brasileira de Computação no ES,
entre em contato com o Secretário Regional da SBC no ES, prof. Vítor E. Silva Souza.

  • Avenida Fernando Ferrari, 514
    Centro Tecnológico - CT-7
  • +55 27 4009-2196
  • vitor.souza@ufes.br